Entenda como fazer cálculo de frete de caminhão

Entenda como fazer cálculo de frete de caminhão

Se você tem uma empresa que lida com transporte de cargas ou é um motorista autônomo, é fundamental saber como calcular frete de caminhão. Afinal, são muitos os fatores envolvidos para isso, como: custos de operação, impostos, taxas do serviço de fretes e o lucro da empresa. 

Para saber mais, confira este artigo que preparamos para te ajudar.

O que é necessário levar em conta para o cálculo?

Para entender como calcular custo de transporte de carga, é preciso primeiramente saber o que é custo de transporte e conhecer os fatores que devem ser considerados para este cálculo, como o preço do combustível, taxas, seguros, manutenções periódicas, e outros.

Saiba mais:

Passo a passo do cálculo de frete

Para calcular frete de caminhão utilizando a Tabela de Frete oficial da ANTT, você precisará ter as seguintes informações:

A partir disso, é só seguir o seguinte roteiro fornecido pelo próprio governo federal:

  1. Defina o tipo de carga a ser transportada
  2. Na sequência, identifique a quantidade de eixos da composição veicular a ser utilizada no transporte
  3. Depois, identifique os coeficientes de custo de deslocamento (CCD) e de carga e descarga (CC) para a quantidade de eixos carregados da composição veicular que será usada:
  • Se o transportador for contratado para usar seu próprio veículo automotor e implemento rodoviário, usa-se a Tabela A do Anexo II da Resolução ANTT nº 5.867/2020
  • Se o transportador for contratado para usar apenas o seu próprio veículo automotor, sendo o implemento rodoviário fornecido pelo contratante, usa-se a Tabela B do Anexo II da Resolução ANTT nº 5.867/2020
  • Se o transportador for contratado para usar seu próprio veículo automotor e implemento rodoviário e for uma operação de transporte de alto desempenho, usa-se a Tabela C do Anexo II da Resolução ANTT nº 5.867/2020
  • Se o transportador for contratado para usar apenas o seu próprio veículo automotor e for uma operação de transporte de alto desempenho, sendo o implemento rodoviário fornecido pelo contratante, usa-se a Tabela D do Anexo II da Resolução ANTT nº 5.867/2020
  1. A distância a ser percorrida na operação de transporte contratada é de 300 km 
  2. Por fim, considerando os valores obtidos nas etapas anteriores, obtém-se o seguinte valor para o piso mínimo:
  • PISO MÍNIMO DO FRETE (R$/viagem) = (DISTANCIA x CCD) + CC
  • PISO MÍNIMO DO FRETE (R$/viagem) = (300 x 3,7867) + 347,13
  • PISO MÍNIMO DO FRETE (R$/viagem) = R$ 1483,14

Exemplo aplicado de frete de carga

Exemplo 1

Contratação da composição veicular (veículo automotor de cargas + implemento rodoviário)

 

  1. O tipo de carga a ser transportado é o granel sólido
  2. Será utilizada uma composição veicular de 7 eixos (soma de eixos do veículo automotor e do implemento rodoviário)
  3. Tendo em vista que será contratado o veículo automotor e o implemento rodoviário do transportador, os valores do CCD e CC na Tabela A do Anexo II da Resolução ANTT nº 5.867/2020 são: CCD = 3,7867 e CC = 347,13

  4. A distância a ser percorrida na operação de transporte contratada é de 300 km 
  5. Por fim, considerando os valores obtidos nas etapas anteriores, obtém-se o seguinte valor para o piso mínimo:
  • PISO MÍNIMO DO FRETE (R$/viagem) = (DISTANCIA x CCD) + CC
  • PISO MÍNIMO DO FRETE (R$/viagem) = (300 x 3,7867) + 347,13
  • PISO MÍNIMO DO FRETE (R$/viagem) = R$ 1483,14

Exemplo 2

Contratação da composição veicular para operação de transporte de alto desempenho (veículo automotor de cargas + implemento rodoviário)

  1. O tipo de carga a ser transportado é o granel sólido
  2. Será utilizada uma composição veicular de 7 eixos (soma de eixos do veículo automotor e do implemento rodoviário)
  3. Tendo em vista que será contratado o veículo automotor e o implemento rodoviário do transportador para uma operação de transporte de alto desempenho, os valores do CCD e CC na Tabela C do Anexo II da Resolução ANTT nº 5.867/2020 são: CCD = 3,3068 e CC = 129,09
  4. A distância a ser percorrida na operação de transporte contratada é de 300 km 
  5. Por fim, considerando os valores obtidos nas etapas anteriores, obtém-se o seguinte valor para o piso mínimo:
  • PISO MÍNIMO DO FRETE (R$/viagem) = (DISTÂNCIA x CCD) + CC
  • PISO MÍNIMO DO FRETE (R$/viagem) = (300 x 3,3068) + 129,09
  • PISO MÍNIMO DO FRETE (R$/viagem) = R$ 1.121,09

Ferramentas para calcular o frete de caminhão

Outra forma bem simples de calcular o frete de caminhão é com ferramentas, como os sites, que utilizam como base a Tabela de Frete da ANTT. Um bom exemplo é a ferramenta Trucão, que calcula o frete de forma online.

 

© 2020 Chromatox Laboratórios - Todos os direitos reservados